quinta-feira, 27 de setembro de 2012

MAIS DO MESMO


Sou uma mistura de corpo e alma. Muitas das vezes sinto que sou bem mais do que aquilo que o meu corpo permite.
Sinto que sou do mundo e que o mundo é meu, mesmo que a estatura  não me deixe viver e experienciar muitas das coisas que a vida têm para dar.
Quero ser eu, simplesmente eu e nada mais, quero me permitir sonhar, acreditar que sou capaz de sonhar e ir em busca das concretizações.
Sonho e sonho muito, quero alcançar tudo o que me preponho e sei que sou capaz de alcançar.
O corpo, a imagem não pode nem vai ser factor de desistência, de sentimento de impotência, pelo contrario, é com as estas minhas características que me define, que me faz ser quem sou.
Dou por mi, por vezes, a pensar sobre o que sou, o que quero, no que acredito e nas minhas verdadeiras capacidades. Cheguei à conclusão que não seria a mesma pessoa se o meu exterior fosse outro, sinto que, aliás, tenho a certeza que seria uma pessoa muito menos “interessante”, a minha vontade de conhecer, ser e viver sempre mais seria nula, é aqui que se encontra a minha essência, o meu brilho. Eu gosto de ser quem sou e não quero que o meu exterior mude, gostava sim que o olhar e a opinião (primeiro impacto) dos outros sofresse uma profunda alteração.

Até breve!

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

NADA É CONSTANTE


Neste momento preciso de força, não no corpo mas na alma! Sinto-me triste, com medo do que vem por aí... tenho esperança, alias, sempre tive, no entanto, todos passamos por momentos mais desanimadores, mas eu continuo a não querer desistir... à um ano atrás, mais dia menos dia, lembro-me de também andar menos motivada, lembro-me que também chorei, não que os motivos fossem iguais, mas eram bem parecidos, já diz o ditado, "vira o disco, toca o mesmo".
Acredito que mereço mais, que aqueles que mais preso e admiro também merecem e que mais cedo do que esperamos tudo muda novamente, tudo volta a sorrir como antes e que o melhor acontece.
O meu sonho actual é terminar o meu curso na data prevista e dar o meu melhor ao longo deste último ano lectivo que se advinha. Esse sonho ninguém me tira, muito menos impedir-me de continuar o meu percurso.
Um abraço sabe sempre bem nestas alturas.



sábado, 8 de setembro de 2012

DE CALOIRA A FINALISTA


Última semana de férias! Vem aí o 3º ano e a ideia de que é o último da minha licenciatura.
Claro que é óptima a sensação de chegar ao último ano, ser finalista, já que ainda "ontem" era caloira, no entanto também deslumbro o fim do tempo em que sou universitária e que foi um sonho que me fez mover "céus e terras" para o alcançar.
Agora começa a ideia e as questões se todo este esforço, em diferentes sentidos, vai brotar os frutos que desejo. 
Sim, mais sonhos e mais vontade em concretizar e alcançar patamares novos e gratíficantes.
Gostava de seguir para mestrado na minha área (audiovisual), sinto que ainda tenho muitíssimo para aprender, no entanto são vários os factores que me fazem seguir por outros caminhos contrariando a vontade de progredir ainda mais na minha vida acadêmica, talvez um dia volte às salas de aula para continuar a aprendizagem.
Sinto também que é no activo (profissionalmente) que se encontra uma das maiores escolas que o ser humano pode ter, no entanto a universidade ajuda na descoberta de novos horizontes e novas saídas.
Ora bem, o que interessa é que neste momento apetece-me muito aproveitar ao máximo este ultimo ano lectivo e surpreender-me pela positiva a cada novo dia. Aproveitar também para estabelecer os verdadeiros laços dos poucos mas óptimos amigos que ganhei e que pretendo que fiquem, cada um deles, dentro das minhas melhores lembranças desta experiência alucinante e enriquecedora que tive o prazer e o privilegio de viver.

À dois anos atras escrevia neste espaço algo como, "vou ser caloira", hoje com alegria e muito orgulho digo, sou finalista!

Até breve.