quinta-feira, 30 de outubro de 2008

AMIGO PARA TODA A VIDA

Posso dizer que não tenho muitos amigos, talvez porque considere amigos aqueles que para mim o sejam realmente de corpo e alma…
Amigos que mostrem com palavras e actos que são realmente “nossos”, meus amigos.
Conheci um rapaz á mais o menos 3 anos atrás, andava eu a tirar um curso e ele também, posso dizer que quando o conheci não nos tornamos logo amigos mas sim conhecidos, quando ele teve alteração de sala lá no centro aí sim comecei a conhecer o Bruno e ele a mim claro, começamos a nossa amizade simplesmente com conversas nos intervalos…
Passado algum tempo trocamos de numero de telefone, começamos a falar algumas vezes por mensagens, mas não comparado com agora.
O Bruno terminou a sua formação e eu ainda continuei no centro, mas continuamos a falar por telefone, já fui varias vezes a casa dele onde sempre fui muito bem recebida e também foi aí que fiquei a conhecer ainda melhor o Bruno, o seu dia a dia e a sua família, o Bruno também já veio algumas vezes a minha casa, quer dizer menos vezes que eu a casa dele, mas por culpa minha.
Temos uma amizade enorme, embora não nos vejamos pessoalmente assim tantas vezes, mas porque, por mim falo, ainda estou muito dependente dos outros para me deslocar, embora já tenha carta de condução, mas realmente no meu caso e de tantos outros parecidos ao meu, não é a carta que nos dá independência, mas sim o tão esperado por mim neste momento carro adaptado.
Acho que a partir desse momento para além da independência que irei adquirir irei poder passear mais vezes com o Bruno, como lhe prometi, não é Bruno? (sorrisos)
Pois acho o Bruno um GRANDE amigo, quero desde já aqui lhe agradecer porque sei e li palavras escritas por ele a dizer que me considera a melhor amiga dele, claro que fiquei muito contente e ele sabe que também o considero um GRANDE, GRANDE, GRANDE amigo, pois ele houve-me (não pessoalmente, por que poucas vezes isso acontece [sorrisos]) nas longas mensagens de telemóvel que lhe escrevo e ele a mim, porque concordamos com metade (sorrisos) das coisas que um diz ao outro, porque gostamos das mesmas coisas (nem todas, ele adoro os morangos com açúcar, eu também já gostei muito, mas para aí a dois anos que deixei de gostar, não podemos gostar de tudo igual, lol) …
Se pudéssemos estávamos sempre a ir ver concertos e espectáculos porque gostamos muito os dois… já perdemos alguns, outros ele vai com os pais…
Adoramos os dois, computadores e internet, falamos muito no Messenger, adoramos televisão, passear, falar (muito, principalmente eu que sou uma tagarela), tirar fotografias, sei lá, tantas coisas, não, desculpa Bruno, há uma coisa que eu não gosto nada, vou cometer uma inconfidência, o Bruno adora leite de soja, aí, socorro, eu não gosto nada… estou a brincar, eu sei que ele não se importa de eu dizer e é verdade, eu não gosta de soja…
Já fomos ver o Mickael Carreira, que adoramos, agora a pouco tempo fomos a uma sessão de autógrafos aqui em Gaia da Luciana.
O Bruno é um Rapaz super simpático, divertido, super inteligente, muito sorridente, um pouquinho teimoso, um bom ouvinte, bem nem sei que adjectivos usar para defini-lo, eu sei que tu sabes (Bruno) aquilo que eu acho de ti e por isto e muito mais te agradeço por seres meu amigo. Muito Obrigado.
Sei que este texto não é dos melhores, porque acho que hoje não estava muito inspirada, mas tentei e acho que é o suficiente para tu perceberes que também te considero um grande amigo, embora eu acho que já devias de o saber (sorrisos).
Peço-te desculpa por vezes a minha resmunguice tenha falado mais alto e também pelas vezes que eu sei que me torno muito chatinha, mas tu como amigo que és, não ligas e fazes de conta que nada se passou.
Muito Obrigado.
Continua a ser o rapaz que és, principalmente continua com a alegria natural que tens e continua a corrigir os meus muitos erros ortográficos e a fazer-me rir, a mim e a todos que todos os dias por ti passam e que não te ficam indiferente.
Beijinhos grandes…
Karina Silva

terça-feira, 28 de outubro de 2008

A VISITA DESTA SEMANA

Esta semana que passou nada de mais aconteceu…
Neste sábado passado tive umas das melhores companhias (desde o meio da manhã até ao fim da tarde) que poderia ter neste momento, visto que não o via a muito tempo e também pelo simples facto que é umas das pessoas (uma pessoa pequenina, mas eu também sou pequenina, lol) que eu mais gosto e a mais importante da minha vida.
O meu sobrinho/ afilhado Lucas. Aí, adorei, gosto muito da companhia dele, ele tem 2 aninhos e é um amor, gosta que eu “corra” (de cadeira de rodas eléctrica) atrás dele para o apanhar, e quando o “apanho” ele ri-se, o riso dele é lindo e é a minha melhor fonte de energia, quando o ouço ou simplesmente estou ao pé dele parece que estou “ligada” a um carregador de energia positiva. Como eu já disse num texto anterior aqui postado, ele é o meu SOL.Mais uma vez agradeço a Deus e a minha Irmã e também ao meu Cunhadinho por este grande presente e o melhor que me poderiam ter dado, que é ser a madrinha do Lucas…
OBRIGADO
É lindo não é?
Curiosidade: Sabiam que ele faz poses para a madrinha fazer de fotografa… (sorrisos).
Quero só deixar uma pequena informação, que no próximo texto que postarei aqui será sobre um grande amigo, só que para fazer esse texto terei que me concentrar pois quero tentar fazer um texto em que esse meu amigo possa “chorar baba e ranho”… (sorrisos), estou a brincar, está citação “chorar baba e ranho” é do Bruno, Bruno será o contemplado dos próximos dias...

quinta-feira, 23 de outubro de 2008

LUCIANA ABREU EM GAIA - EU FUI


Luciana Abreu em Vila Nova de Gaia, adorei...


O meu Primo Rafa (Rafael) foi comigo e olhem só para o sorriso...
O Bruno também lá esteve, mas a foto dele, tem ele que colocar no Blog dele, né? (risos).



Foi fantástico.

terça-feira, 14 de outubro de 2008

MOMENTOS DA MINHA VIDA

Tenho momentos na minha vida tão variados, tanto bons como maus.
Adoro falar, alias, sou muito faladora (tagarela, como se costuma dizer).
Gostava de partilhar com o “mundo” alguns dos meus momentos que mais me marcaram na vida.
Posso?
Eu sei que posso ;-)
Como já disse num outro texto que escrevi aqui no blog, passei por momentos bastante difíceis e talvez injustos devido a minha doença, doença que me acompanha desde que nasci e que me vai acompanhar até ao fim. Internamentos atrás de internamentos, mando desde já um grande beijinho para o Hospital Maria Pia, local onde passei, não sei… talvez 80% da minha infância, mando este beijinho porque trataram-me sempre muito bem, eu era uma filha da casa, a menina de Cristal…
Já a bastantes anos que lá não vou, graças a Deus, até porque se precisasse neste momento devido a idade já não poderia ser lá tratada.
Os momentos bons? Durante a minha infância não foi tudo mau, sempre fui tratada muito bem pela minha família, as vezes até penso que bem de mais.
As minhas brincadeiras de infância, algumas que nunca se esquece claro… as amigas de infância que também não se esquece, como todos sabemos as crianças por vezes são muito cruéis e a mim não foi excepção, mas tinha algumas amigas que me aturavam, porque sempre fui muito complicada de aturar.
Mas o que passou, passou.
Já na adolescência que eu não queria ou quer dizer, não quero sair (risos), momentos maus também aconteceram, como exemplo posso dar a descriminação e cruel permanência em me mostrarem a diferença (como se eu não conseguisse ver sozinha), posso dizer que o que menos gosto de tudo isto é as afirmações constantes das pessoas para o assunto diferença, a maior parte das pessoas não sabem lidar de igual forma com as pessoas portadores de deficiência, principalmente deficientes físicos (situações visíveis a olho nu).
Mas eu tenho uma grande capacidade de me abstrair dos olhares que não quero e das palavras que não gosto.
Mas quero muito falar dos momentos bons, momentos que não vou esquecer, espero eu.Quero lembrar para sempre o meu querido avó Fernando que já não esta entre nos, mas que foi e sempre vai ser o meu pilar, o meu anjo, a minha estrela, ele guia-me em todos os momentos da minha vida.

PARA SEMPRE COMIGO.

A minha festa de 15 anos foi fantástica, levei duas amigas e um amigo, e toda a minha família, num restaurante fantástico, também fui a mais o menos um ano as 7 Maravilhas do Mundo (7 Wonders of the World) no estádio da Luz (primeira vez que lá entrei) em Lisboa, claro.Adorei ir a gala, tive a oportunidade de ver ao vivo varias “celebridades”, como Jennifer Lopez, Cristiano Ronaldo, José Carreras, Dulce Pontes e muitos, muitos outros…

INESQUECÍVEL.

Também quero falar do intercâmbio que fiz em 2005 a Espanha entre o CRPG e a COGAMI, fizemos muitos amigos, fomos a lugares lindos, adorei principalmente o passeio de barco que fizemos com o grupo todo, foi fantástico.
O nosso grupo (CRPG) era pequeno mas o melhor que poderia haver. Foi muito divertido, muito mesmo, posso dizer sem me desvendar muito que lá passei um momento que acho que não foi perceptível para ninguém, mas que foi um dos momentos mais importantes da minha vida, nunca me esqueci e quando me lembro do intercambio, lembro-me desse acontecimento, não queria esquecer e queria que voltasse a acontecer, mas posso também dizer para quem possa estar a ler, que não foi nada de mais, para mim foi importante e marcante mas nada que seja assim muito espantoso.

THE BEST

Também muito importante para mim foi ser Tia/Madrinha a 20 de Setembro de 2006, agradeço a minha irmã e a Deus por me terem dado a oportunidade de ser a Madrinha do Lucas, é um menino lindo, querido, meigo e me chama de “Inha”, adoro que ele me chame assim.
Gostava que ele me chama-se assim durante muitos anos, é maravilhoso ouvi-lo chamar por mim.
“O “Inha” anda, anda “Inha”… anda com o Lucas…”
Quando penso no futuro, penso sempre, mas sempre nele, penso como quero que ele seja feliz, que a vida seja fantástica para ele.
É pena não o poder ver todos os dias, visto que ele mora longe de mim.Também é um dos motivos pelos quais eu quero muito ter o meu carro, para o poder ir ver mais vezes, visto que a minha mãe não conduz para longe.

Ele é o SOL da minha vida...Acreditem.

E o meu Fofo (cão), eu adoro animais, principalmente cães, sou mesmo doida, sempre quis ter um cão mas o meu pai nunca me deixou ter um, mas a uns anos lá cedeu e foi ele mesmo que me ofereceu o Fofo, nome que eu lhe dei, era para lhe dar outro nome, muito parecido com o que ele tem, que era Fofinho, mas depois decidi alterar para Fofo.Ele é uma grande companhia não só para mim, mas também para a minha mãe, toda a freguesia o conhece e gosta muito dele, porque ele só quer comer, dormir, passear na rua e receber miminhos de todos de casa e dos que também passam na rua…

Eles são realmente os melhores amigos, quando estão acordados… (risos)

Também quero aproveitar para deixar aqui um beijo muito grande para uma amiga que já não vejo a muito tempo, amiga com quem eu me diverti muito, com ela ri, sorri, passeei, aventurei-me, desabafei e falei (muito)… Com ela fui para Lisboa, pode-se dizer que era a primeira vez na minha vida, sozinhas as 5 da manhã a acordar a meio da semana para irmos a Cascais (ela foi-me acompanhar, sem me dizer que não, faltando ao estagio dela), tudo por mim.
OBRIGADO Patrícia.
Espero que estejas bem, e que um dia nos voltemos a ver, pois para mim és uma irmã.

Mais uma vez OBRIGADO POR TUDO.
Karina Silva

sexta-feira, 10 de outubro de 2008

NO MOMENTO


Vou estudar novamente, depois de ter feito o 9º ano na Escola Arquitecto Oliveira Ferreira, fui fazer um curso de Práticas Administrativas nível II no Centro de Reabilitação Profissional de Gaia (CRPG) e no âmbito desse mesmo curso fiz um estágio que adorei no Centro de Saúde de Arcozelo e Boa Nova – Unidade de Arcozelo, claro que na vida nem tudo é rosas mas posso dizer que adorei lá “trabalhar”, adorei esta experiencia que me deu muita experiencia (face a redundância) profissional, fiz lá conhecidos e principalmente amigos, posso dizer que agradeço muito, a Dr.ª Lina Rosa, que me recebeu de braços abertos e me tratou bastante bem, pois foi a “comandante” daquele “navio” durante muitos anos. Já lá não está, pois reformou-se, mas sei que ainda tinha muito para dar naquela casa.
Terminei o estágio no fim de Setembro de 2007 e passado algum tempo iniciei novamente estágio num outro local que não resultou e que me fez desistir cerca de dois meses depois de ter iniciado.
Se calhar por culpa minha, não sei, foi uma decisão muito pensada e que custou a tomar, mas acabei por me decidir.
O meu processo foi fechado e com um curso tirado sem equivalência ao 12º ano (foi a minha desilusão), tive que me inscrever no CNO (Centro Novas Oportunidades) de escola Sophia de Mello Breyner.
O ditado já é antigo, o bom filho a casa torna e eu tornei a escola que frequentei já a alguns anos…
Posso dizer que até agora, estou a gostar da equipa.
P.S.: Posso dizer que do CRPG trouxe também boas lembranças, como algumas técnicas e colegas para quem eu mando um beijo com muito carinho.
Karina Silva

APRESENTO-ME

Chamo-me Karina Silva, tenho 19 anos, quase nos 20... hi hi hi.
Para quem não me conhece, posso dizer que sou portadora de uma deficiência motora denominada Osteógenese Imperfecta, deficiência que me acompanha desde os 8 meses de idade (altura em que me foi diagnosticada), sou alegre e tento sempre levar a vida com o maior sorriso, porque a vida é para ser vivida ao máximo e da melhor forma possível.
Quero também partilhar com o "MUNDO" que já tenho carta de condução a um Mês, digo isto porque era um dos meus maiores sonhos da minha vida, parecia mentira, mas que posso afirmar que é verdade, verdade verdadinha.
Estou a espera do carro adaptado.