quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

HAPPY NEW YEAR

Último dia do ano de 2008.
Bem, hoje estou que nem posso da gripe.
O meu Lucas desde o dia 26 que anda doentinho, ontem e hoje já anda melhorzito, mas esta noite teve novamente febre.
Houve dois dias que o vi aflitinho, até chorei com ele.
É duro ver um menino tão pequenino a sofrer tanto. Ele agora vai ficar melhor.
O novo ano está a chegar e o meu pedido vai ser, Saúde, porque com ela eu vou a traz do resto.
Saúde e muita Felicidade para todos, são os meus votos neste fim de ano.
BOM ANO.

segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

AVEIRO

Ontem, depois de jantar fui conhecer a Ria de Aveiro e não só.
A minha irmã mora a mais de 2 anos em Oliveira do Bairro – Aveiro e por mais estranho que pareça, eu nunca tinha ido a Aveiro, a não ser na estação de comboios no Alfa Pendular (sorrisos) quando vou e venho de Lisboa.Gostei muito da Ria, é muito bonita (fui de noite porque queria ver as luzes de Natal).

quinta-feira, 25 de dezembro de 2008

O MEU NATAL

Ontem o Pai Natal apareceu na casa do tio do Lucas.
Quando o Pai Natal apareceu ele até achou piada, mas depois do Oh Oh Oh Oh que fez o Pai Natal, bem ele não gostou nada, teve medo dele e o Pai Natal teve que ir embora mais cedo entregar os presentes aos outros meninos. Primeiro ao Vasco, diz o Lucas. (sorrisos)
O Pai Natal trouxe muitos presentes ao Lucas, o que ele mais gostou foi dos legos e da garagem de carros.
Adorou, quem não gosta de um presente. Principalmente as crianças.
Bem, foi um dia, a minha irmã com uma gripe brutal, nem se podia levantar do sofá.Todo o dia enfiada em casa da minha irmã a brincar com o meu afilhado.

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

ANJO DA GUARDA – SIC

A SIC no dia 16 de Dezembro, na passada Terça Feira, colocou no ar o ANJO DA GUARDA, este programa consiste em levar figuras publicas aos Hospitais Portugueses, mais precisamente as Pediatrias para que todos possamos ver onde foi aplicadas as verbas angariadas pela Missão Sorriso.
Ao mesmo tempo, algumas caras da SIC juntamente com a Rita Ferro Rodrigues, vão visitando os meninos internados, dessa forma, fazem com que alguns sorrisos sejam lançados para a lente da câmara que filma pormenorizadamente cada gesto daquelas crianças, que para sempre marcaram a vida das mesmas.
Eu que passei a maior parte da minha infância no hospital e sabendo bem do que estou a falar, gostava de felicitar a Missão Sorriso e agora também felicitar a Rita Ferro Rodrigues (penso que a ideia para este programa foi da mesma) e a SIC por estes fantásticos momentos que nos mostraram, como a Luciana Abreu disse quando entrevistada, a vida é linda mas ninguém disse que é um mar de rosas.
Mesmo assim deve-se lutar pela vida, porque vale a pena ser vivida.
Imagino que se me tivesse passado uma Missão Sorriso e uma iniciativa como está ao pé de mim quando miúda, teria sido um momento que nunca teria esquecido, imagino, mas certeza tenho que todas as crianças que tiveram a oportunidade de vos receber – ANJOS DA GUARDA SIC, foi mais um sopro de alegria e um momento que dará força para continuar a árdua luta que os espera.
BEM AJAM.

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

QUE TAL SONHAR!!!

Quem lê ou já leu o meu blog já se deve ter apercebido que eu sou toda sonhos, da cabeça aos pés.
Acho que todos deve-mos sonhar, começamos em criança a sonhar com um brinquedo, um abraço ou com uma brincadeira, depois quando adolescentes continuamos a sonhar, com uma saída, uma roupa que vimos numa montra, com CD de musica, com aquele rapaz, com aquela festa de finalistas, com aquele concerto ou com tantas outras coisas, quando crescemos ainda mais um pouco, bem as vezes esquecemos de sonhar, as vezes os sonhos estão lá, mas não damos tanta importância porque pensamos que já não é tão importante, bem, na minha opinião não é bem assim, devemos sonhar até ao fim.
Queria deixar aqui esta mensagem porque acho muito, muito importante sonhar, acho que deveríamos sonhar todos os dias, bem, pelo menos devíamos recordar todos os dias que temos que concretizar aquele sonho que ainda não se concretizou.
Senhores e senhoras, façam o favor de sonhar e de lutar para que esses sonhos se concretizem sempre, há, e não se esqueçam que depois do sonho comprido devem voltar a criar e a “engenhocar” outro sonho, e assim fazer dos nossos sonhos uma grande mas grande bola de neve.
Espero que o façam porque esta é uma das fórmulas para a Felicidade, ou pelo menos posso vos garantir que por cada sonho cumprido a felicidade que sentimos é enorme, e são momentos desses que devemos lutar todos os dias da nossa vida.
É aí que está a FELICIDADE.
BONS SONHOS, acordados.

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

É EM TI QUE EU PENSO.

É em ti que eu penso quando olho para o céu, é em ti que penso quando estou sozinha, é em ti que eu penso quando ouço musica, quando vejo alguém apaixonado, é em ti que eu penso quando vou na rua, quando vejo filmes de amor, quando ouço histórias com final feliz, é em ti que eu penso quando leio um poema, quando vou em viagem, quando vejo as fotos dos momentos inesquecíveis é em ti que eu penso, quando me escorre gotas de agua salgada pelo rosto, é em ti que eu estou a pensar, é em ti que eu penso quando o meu telefone toca, quando escrevo, é em ti que eu penso quando vejo as estrelas, quando eu vejo um sorriso duma criança, quando acordo, quando me olho ao espelho, é em ti que eu penso quando me deito, é nos meus sonhos que eu te posso tocar…

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

NATAL DE ESPERANÇA - SIC

Bem, o que posso dizer desta maratona televisiva, 10 horas com o primeiro jornal pelo meio…
Fantástico, quero dar desde já os parabéns as GRANDES apresentadoras, Barbara Guimarães e Fátima Lopes.
A Barbara sempre linda e simpática e a Fátima Lopes, neste momento vejo-a todas as manhãs e hoje teve para alem de Fantástica mereceu a salva de palmas que recebeu varias vezes devido ao seu estado de graça como foi dito e mesmo assim saltou, dançou, brincou, riu e alegrou a manhã e a tarde da SIC.
Bem, o leque de fantásticos artistas, mais 50 actuações variadas, desde musica há comedia, adorei, o carcaça, os comedia à la Carte com os 3 reis magos, o Herman José, os Gato Fedorento, na musica, bem, tantos e tão bons, Anjos, Paulo Vintém, Per7ume, Mickael Carreira, os RBL, a Lucy, André Sardet, João Portugal, João Pedro Pais, Marco Paulo, Mónica Sintra, Ágata, Rita Guerra, Toy, Filipa Azevedo e a Mãe, Miguel e André, Pedro Miguéis, Mafalda Arnauth, Marco Medeiros e muitos, muitos mais…
Posso dizer que vi desde o primeiro segundo que foi para o ar e continuei ligada até ao último minuto, as 20:00horas.
Muitas chamadas foram feitas para ajudar a Raríssimas e bastante dinheiro para ajudar a construir a casa que a instituição precisa.
Posso dizer que eu contribui 2 vezes para esta causa. Pouquinho, mas como foi provado o pouquinho tornasse muito.
Parabéns SIC
Venham mais iniciativas destas.

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

MEU ANIVERSARIO


20 ANOS, acabo de fazer 20 anos… nada mau, em! (sorrisos)
Bem, o meu dia de Aniversario não foi nada de mais, PRECISO que a onda de bons momentos me “atinja”.
Quando acordei pensei, bem, hoje vai ser um dia como os outros, mas antes do almoço o meu maior presente e talvez o melhor chegou… o meu afilhado.
A minha irmã e o meu cunhado decidiram passar por cá para almoçarem connosco (eu e a minha mãe) e para me darem os parabéns, o meu Lucas cantou-me os Parabéns, bem, fica tão querido a cantar, na altura de dizer o nome calamo-nos e ele sozinho disse – para a menina “kainha”… Adorei…
Também já agora aproveito para agradecer a Patrícia que pelo que parece lembrou-se de mim e do meu aniversário, Obrigado.
OBRIGADA A TODOS QUE ME DERAM OS PARABÉNS.
Beijinhos grandes.

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

HÁ IMAGENS QUE VALEM MAIS QUE MIL PALAVRAS

Peço desculpa por não ter fotos de todos os que andaram comigo no CRPG…
Desta vez decidi relembrar os momentos que passei no CRPG (Centro de Reabilitação Profissional de Gaia).
Para todos que comigo andaram no centro, deixo aqui um abraço de saudade, pois o convivo com todos foi fantástico.
Destaco o convivo diárias com a Inês cheio de aventuras com alguns contratempos por vezes, uma amizade que ainda hoje mantêm-se um pouco a distancia, mas vamos falando por mensagens de telemóvel e internet… Destaco também a pipa (FILIPA), que tive a informação (pela própria) que se vai casar, desejo-lhe as maiores felicidades, tornei-me amiga da Filipa também no CRPG, ela sempre foi muito querida, eu a Filipa e a Inês almoçávamos quase sempre juntas na cantina do centro, local onde nós nos rimos e onde convivemos muito todos.
A Patrícia, foi uma amizade que foi construída de “ruínas”, pois quando nos conhecemos (eu e a Patrícia), logo nos zangamos por motivos parvos… Não me lembro como é que fizemos as pazes uma com a outra, nem como iniciou esta amizade, sei que a verdadeira amizade foi construída fora do CRPG, hoje a Patrícia tomou um rumo diferente na vida dela, não tenho contacto com ela já a alguns meses, a mãe a umas semanas atrás disse-me que ela estava mais o menos e que o Senhor com que ela está não a deixa dar o contacto a ninguém, espero que ela esteja bem, só quero a felicidade dela, pois ela sempre foi uma boa amiga.
Dos rapazes posso destacar vários, os que eu tive mais contacto foi por exemplo o Vitinho, um rapaz super simpático, alegre e meigo, o Sílvio, uma pessoa cheia de força de vontade e aventureiro e também não me posso esquecer do Telmo, o Telmo é simpático, um pouco tímido e alegre.
Momentos bons passados com todos eles…
Não posso deixar de mencionar o carinho que tenho pela D. Anabela, formadora de Praticas Administrativas (área que eu frequentei), é uma senhora com um coração enorme, simpática, uma excelente profissional, boa ouvinte e sempre pronta para ajudar no que lhe for possível… Obrigado D. Anabela.
Fiz muitos amigos e não só.

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

OS MEUS SONHOS COMANDAM A MINHA VIDA


Construí um espaço só meu com os meus sonhos, parecido com o céu cheio de lindas estrelas cintilantes que todas as noites mostram-se e me fazem noite apôs noite ter cada vez mais força por lutar por todos eles, os meus sonhos comandam a minha vida.
O meu maior sonho sempre foi tirar a carta de condução, bem, dou graças a Deus que esse sonho consegui concretizar, embora não tenha sido concretizado na altura que eu queria… mas como eu nunca desisti e espero nunca vir a desistir de nenhum sonho, bem, continuei e consegui.
Mas os sonhos continuam…
Neste momento é conseguir chegar ao fim do curso EFA escolar que vou iniciar este mês, 2 anos aproximadamente de duração total, e ao mesmo tempo conseguir ter o carro adaptado para que eu me torne ainda mais independente {estou a precisar muito de ter o carro adaptado, porque quanto mais o tempo passa, simplesmente um dia, eu sinto-me triste, cansada psicologicamente, tenho vontade de me divertir como todos os outros com a minha idade, posso dizer que sempre que peguei no carro de instrução senti-me livre e independente…}.
Mas tenho muitos mais sonhos…
Logo apôs terminar este curso nocturno que vou iniciar gostava de estudar ainda mais para ter um curso superior, na área AUDIOVISUAL, também tive sempre uma adoração pela nossa capital, Lisboa e uns dos meus maiores sonhos sempre foi ir morar para a cidade que eu mais gosto, claro, não só morar, para poder ir morar para lá necessitaria de um emprego, bem, resumindo, gostava de trabalhar e viver em Lisboa (este talvez seja um dos meus mais ambiciosos sonhos, também não seja muito fácil ir estudar para uma universidade, visto eu não ter uma condição financeira das melhores), mas como eu não desisto, tudo a seu tempo…
Gosto muito de passear e viajar, no meus sonhos também entra essa área, o conhecer algumas partes do Mundo, mas não me esqueço aqui do nosso País a beira mar plantado, gosto muito de Portugal e posso dizer que já tive oportunidade de conhecer algumas cidades mas existe muitas outras que quero conhecer. Exemplo: Gostava de conhecer Lisboa de lês a lês (sorrisos), o Algarve que nunca tive oportunidade de conhecer, o Alentejo e afins… Muitos lugares lindos temos por Portugal fora…
Bem, espero que os meus sonhos nunca acabem, mas é melhor ficar por aqui.
CONTINUA…

terça-feira, 2 de dezembro de 2008

2 BOAS NOVAS

Dia 15 é o primeiro dia no Curso EFA escolar que eu vou frequentar para tirar o 12ºano, das 19h as 23h, todos os dias (Segunda a Sexta).
Iniciamos a 15 e terminamos a 17 (Dezembro, claro), entramos de férias de Natal, depois voltamos em Janeiro (em principio dia 5).
Nestes cursos EFA escolar não existe trabalhos para casa nem exames, somos avaliados por créditos (pelos trabalhos que vamos fazendo ao longo dos 2 anos do curso).
Estou com vontade de iniciar, para além do curso em si, que pareceu bastante interessante, também penso que quanto mais rápido iniciar, mais rápido termina.
A segunda boa nova é:
Comprei umas canadianas, com elas sinto-me ainda mais livre.
Não é a primeira vez que ando de canadianas, mas a ultima vez que andei com umas já a uns anos, bem, não me correu muito bem, depois desse episódio ganhei medo e nunca mais peguei nelas, mas também era muito miúda…
Hoje tento andar devagar e com bastante atenção para não escorregar.
Sinto-me ainda mais independente.
Bem, deve imaginar…
(Sorrisos)
“Siga a sua felicidade e o universo abrirá para si portas onde existiam apenas paredes”
Joseph Canpbell

sábado, 29 de novembro de 2008

ACREDITAR É SENTIR

Olhei para a Lua
Senti-me conquistada.
Quero que saibas que sou tua
Estou totalmente desgovernada.

O que sinto por ti é de verdade
Sei que é amor e também paixão
De ti não quero só amizade
Quero mais do que uma simples relação

Nunca me disseste claramente o que sentes
Será amizade ou amor?
Eu acredito no que pretendes
Ando a espera com muito fervor
Eu sei que bem me entendes
Acredito que também sentes amor
Vejo que é isso que sentes
Vou esquecer esta dor


Karina Silva

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

TU



O teu corpo perfeito
Os teus olhos pedras retiradas do fundo do mar
As tuas mãos no meu peito
Tens tudo o que me faz arrepiar

Sinto que quando olhas para mim
Sentes algo, eu não te fico indiferente
Queria-te para mim para sempre assim
Meigo, carinhoso, presente

Fica para toda a vida comigo
Nós os dois bem juntinhos
Eu quero partilha-la contigo
Preciso de muitos carinhos

KARINA SILVA

AS TUAS MÃOS

Toca-me, quero sentir uma carícia dada pelas tuas mãos, como pétalas da rosa vermelha que um dia me deste, deslizaste-a pelo meu rosto, quero que me toques desta vez com as tuas mãos, que as deslizes pelo meu corpo como se o meu corpo fosse ceda…
Quero que imagines o mar, pois eu sentirei as ondas a bater no meu corpo quando me tocares.
Vais sentir rebeldia dentro de mim, faz-me marcas na alma desse momento, quero lembrar na eternidade.
O fogo que arde por entre os poros do meu corpo não se quer apagar enquanto não deslizares pelos meus braços, quero-te sentir, quero-te ter, quero-te, nada mais vale dizer, tudo vai ficar dito quando com as tuas mãos únicas trespassarem do meu corpo até ao coração, nesse momento, quando as tuas mãos se encontraram com o amor que o meu coração nutre por ti, não, não mudes a posição das tuas mãos, espera, vê bem, vê realmente a verdadeira dimensão do amor que eu guardei aí, sim, aí mesmo, no coração, é aí que estás.
Vais saber tudo o que a minha alma quer, o que o meu coração sente, o que a minha pele deseja…
Custo-mo guardar o quero, o que sinto e o que desejo fechado a 1001 chaves para que nunca ninguém lá chegue, mas sei também que tu, sim tu, tu com as tuas mãos pousadas na minha pele vais conseguir abrir e descobrir num só segundo todos os meus anseios, todos os meus desejos mais íntimos.
O que me resta dizer… O meu intimo é só meu e de mais ninguém, mas quero que saibas que quando me entregar a ti, quando as nossas almas se cruzarem uma com a outra vais ver e descobrir que no meu intimo só existes tu, tu mais ninguém.
Espera, não tires as mãos do meu corpo, quero que as tuas mãos me façam carícias para sempre. As tuas mãos, és tu, tu és eu, nós somos um.
Sabias que eu sonho com as tuas mãos?
KARINA SILVA

terça-feira, 11 de novembro de 2008

AGORA SOU POETA. (sorrisos)


SENTIR

Os sonhos são lindos
Quando os conseguimos concretizar,
Quando não conseguimos á primeira
A vontade é chorar.

Quem ainda não sentiu está vontade?
Chorar é humano,
E por vezes mostra para além do que somos,
É o verdadeiro cair do pano.

Cada lágrima que cai de nós
É um carinho que bate no solo,
Como um grande abraço meigo da Mãe
Ou simplesmente o seu colo.

Nos momentos de tristeza ou dor
Quem não gosta de sentir o Amor,
O Amor da Família ou dos amigos,
Amor que nos faz sentir calor.

Calor humano,
Calor do Coração que faz arrepiar.
Quem não gosta?
Não vale a pena pedir, nem muito menos imaginar.

Tem que se sentir…
O AMOR.

segunda-feira, 10 de novembro de 2008

ISTO É QUE FOI LUTAR. (sorrisos)

O meu maior sonho sempre foi tirar a carta de condução.
Tinha os meus 15, 16 anos, nessa altura o sonho começou porque queria ser mais independente, visto que não podia fazer tudo o que as minhas colegas faziam.
Mas como em Portugal só se pode tirar a carta aos 18 anos, tive que aguardar por eles, como todos os outros jovens.
Como sou deficiente motor, tenho mais burocracia para tratar do que o normal, atestado multiusos, exame psicotécnico (que eu não fiz visto que me dispus a ir a Lisboa, Hospital de Alcoitão fazer o AUTONOMI) e depois do psicotécnico temos que marcar consulta na Delegada de Saúde da nossa área de residência para que nos seja passado o atestado para condução de veículo automóvel.
Depois de tudo isto, mais complicações apareceram, visto não haver escola com as adaptações que me tinham sido prescritas e assim passou cerca de um ano.
Depois de tanta dor de cabeça, lá me foi aconselhado a alterar as adaptações e foi isso que eu fiz, passado pouco tempo iniciei os estudos para tirar então a bem dita carta de condução, mais atrasos, depois de tanta luta, tinha que haver mais situações para me atrasar a carta de condução, a minha licença de aprendizagem não saía de Direcção Geral de Viação que agora tem outro nome, IMTT – Instituto de Mobilidade de Transportes Terrestres.
Acreditam que demorou mais de 6 meses a sair a minha licença?
Bem, a licença lá saiu e eu pude ir a exame, claro estava muito nervosa e acabei por reprovar, 5 respostas erradas, fiquei triste mas no mesmo dia disse ao Sr. Serafim, dono da Escola O Grande Prémio em Rio Tinto onde tirei a carta de condução para me marcar novo exame de código, não posso precisar quanto tempo demorou para ir novamente a exame, pouco mais de uma semana.
Fui a exame, também muito nervosa mas lá tentei fazer com mais calma e concentração, quando terminou os meus nervos voltaram a aparecer, demora sempre uns minutos entre terminarmos o exame e a dar-nos os resultados, quando a Engenheira me chamou eu lá fui, cheguei ao pé dela e ela disse que eu tinha passado, fiquei muito contente, pois tinha acabado de superar mais uma etapa do meu sonho.
Iniciei as aulas de condução e logo no primeiro dia de aula fiz 6 horas seguidas a conduzir em Rio Tinto, o meu Pai dizia que ia ser muito cansativo para mim, mas eu não achei nada, estava tão contente, estava fora de mim.
Lá fiz todas as minha aulas obrigatórias e nem mais uma, pedi para me ser marcado exame de Condução, estávamos mais o menos a meio do mês de Agosto, a escola entrou 2 semanas de Férias e eu tive que aguardar, ainda me faltava algumas aulas para terminar as obrigatórias, deixei algumas para ir no dia anterior e no próprio dia praticar para o Porto.
No dia do exame lá fui para Rio Tinto, depois fomos para o Porto (eu já a conduzir) e fiz as minhas ultimas 3 aulas, encontramo-nos com a minha Madrinha e o meu Primo e fomos almoçar os 4 (Eu, a D. Rosa instrutora, o meu primo Rafael e a minha Tia a “Triminda”).
Eu pouco almocei, os nervos começavam a chatear-me, depois lá fomos nós para a IMTT esperar pelo Engenheiro.
Fiquei sempre dentro do carro, e já tinha milhares de borboletas no meu estômago a bater as asinhas… (nervos, muitos nervos).
Quando o Eng. chegou, bem era a hora de iniciarmos o exame, continuava nervosa, mas tinha que estar o mais concentrada possível.
Lá fiz o exame, depois do meu exame terminar foi a vez de um jovem chinês que também está de parabéns porque fez um belíssimo exame.
Quando chegamos a IMTT o Eng. mandou o jovem estacionar e antes de sair da viatura disse:
- Estão os dois de parabéns, muito boa tarde e felicidades.
Logo depois saiu da viatura, só me deu tempo de dizer obrigado e igualmente.
O que posso dizer é que não existe palavras para descrever o que eu senti naquele momento.
Naquele momento, dia 10 de Setembro de 2008, tinha acabado de concretizar o meu maior sonho da minha vida.
A CARTA DE CONDUÇÃO.

quinta-feira, 6 de novembro de 2008

SENTIMENTOS

Durante a vida todos passamos por milhares de momentos com sentimentos variados que talvez vá do Ódio ao Amor.
Acho que nunca senti ódio por ninguém, quer dizer, minto, houve um momento da minha vida que sim, senti, embora não sei se me arrependo do que possa ter feito ou sentido nesse dito momento, neste momento tenho vergonha por lembrar que um dia tenha sentido o que senti, foi um momento que eu não merecia passar e que me marcou, tenho a certeza que da forma como ficou cravado no meu coração nunca mais de lá sai, não só pela situação em si mas também pelos intervenientes.
Queria esquecer, não consigo, mas posso dizer que neste momento desse momento já não sinto o mesmo, graças a DEUS, mas continuo a sentir magoa, desilusão e para sempre vou lembrar, mas ódio, não sinto e peso a DEUS que nunca mais o sinta por nada nem por ninguém.
Amizade, sim, é bom termos amigos e sabermos que temos sempre alguém para falar e também para dividir todos os momentos da nossa vida.
Carinho, também, é bom sentir-mos que somos acarinhados por alguém, é bom dar e receber.
Amor, a vários tipos de amor, amor pelos pais, pelos irmãos, pelos afilhados (no meu caso o meu lindo Lucas) e também amor pela pessoa que achamos que é a nossa alma gémea, nunca vivi um amor, mas sou uma eterna apaixonada, durante a juventude tive amores de criança, dois ou três, que me recordo, somos ingénuos com aquelas idades.
A já algum tempo, não vou dizer quanto, conheci um rapaz, não foi amor a primeira vista, mas quando o vi pela primeira vez, qualquer coisa mudou, ele era giro, simpático, alegre, divertido e aventureiro.
Claro, devem estar a pensar, está rapariga encontrou o homem perfeito ou está totalmente tapadinha, claro que ele não é o homem perfeito, tem os seus defeitos como todos nós, mas até hoje é o homem por quem eu estou apaixonada.
Não nos vemos com frequência mas o que senti por ele durante o tempo que convivemos diariamente continua exactamente igual, quer dizer, agora aumentou mais um sentimento ao que já havia, o de saudade de conviver com ele, só por este motivo gostava que o tempo voltasse atrás, mas como não volta, o remédio é deixar andar.
Há uma frase que eu acho que se adapta nesta situação, o que é nosso, a nossa mão vem ter, embora eu acho que não podemos estar parados a espera que tudo venha ter connosco, temos que lutar atrás dos nosso ideais, embora eu ache também que no amor não depende só de nós.
Com muita pena minha (sorrisos).
Sou uma rapariga um pouco insegura embora ache que neste momento estou muito melhor, por isso não me expresso das melhores formas e na maior parte das vezes sou mesmo incapaz de dizer o que sinto.
Nunca pedi nada em troca, quero dizer que nunca pedi em namoro nem nada parecido, talvez por medo da resposta que teria certeza que ia receber, mas mesmo não tendo dito exactamente o que sentia, percebi também que não era correspondido e aí também dei de mim a sentir que não devia de fazer qualquer tipo de sonho ou esperança.
Mas o sentimento por ele manteve-se e mantêm-se até hoje…
É VIDA.

quarta-feira, 5 de novembro de 2008

CADEIRA DE RODAS? SIM, TODOS OS DIAS.

Tenho em casa neste momento 3 amigas inseparáveis, as minhas amigas só andam comigo, elas são a minha companhia e eu a delas.
Nunca andamos as 3 juntas, só posso andar com uma de cada vez, mas gosto das 3 de igual forma.
Só lhes vejo virtudes…
São boas raparigas, passeiam comigo, nunca me deixam sozinha, para onde eu for uma delas vai comigo.
As 3 são mais novas do que eu, embora uma delas, a que está todos os dias ao pé de mim quando eu acordo, e que espera por mim sem reclamar enquanto todas as manhãs me preparo, deve ter mais de 13 anos…
A mais novinha mas não menos importante, é a mais bonita, quando andamos na rua as duas, ela não me deixa sentir cansada com os pisos deste nosso país cada vez mais desnivelados e esburacados, pois é bastante carinhosa no andar quando é ela que vai passear comigo.
Somos as duas lindas (sorrisos).
Os defeitos que se poderia encontrar nas minhas 3 amigas, realmente não são nenhuns, porque acho que os defeitos não são delas mas sim do que gira a nossa volta (barreiras arquitectónicas e outros…).
Gosto delas e já não me quero ver livre das mesmas.
As minhas 3 amigas, uma é manual e as outras duas são eléctricas.
Obrigado a quem inventou a muitos e muitos anos atrás as Cadeiras de Rodas.
EU NÃO CAMINHO MAS SEM ELAS NÃO ANDAVA.
PERCEBEM?
;-)

quinta-feira, 30 de outubro de 2008

AMIGO PARA TODA A VIDA

Posso dizer que não tenho muitos amigos, talvez porque considere amigos aqueles que para mim o sejam realmente de corpo e alma…
Amigos que mostrem com palavras e actos que são realmente “nossos”, meus amigos.
Conheci um rapaz á mais o menos 3 anos atrás, andava eu a tirar um curso e ele também, posso dizer que quando o conheci não nos tornamos logo amigos mas sim conhecidos, quando ele teve alteração de sala lá no centro aí sim comecei a conhecer o Bruno e ele a mim claro, começamos a nossa amizade simplesmente com conversas nos intervalos…
Passado algum tempo trocamos de numero de telefone, começamos a falar algumas vezes por mensagens, mas não comparado com agora.
O Bruno terminou a sua formação e eu ainda continuei no centro, mas continuamos a falar por telefone, já fui varias vezes a casa dele onde sempre fui muito bem recebida e também foi aí que fiquei a conhecer ainda melhor o Bruno, o seu dia a dia e a sua família, o Bruno também já veio algumas vezes a minha casa, quer dizer menos vezes que eu a casa dele, mas por culpa minha.
Temos uma amizade enorme, embora não nos vejamos pessoalmente assim tantas vezes, mas porque, por mim falo, ainda estou muito dependente dos outros para me deslocar, embora já tenha carta de condução, mas realmente no meu caso e de tantos outros parecidos ao meu, não é a carta que nos dá independência, mas sim o tão esperado por mim neste momento carro adaptado.
Acho que a partir desse momento para além da independência que irei adquirir irei poder passear mais vezes com o Bruno, como lhe prometi, não é Bruno? (sorrisos)
Pois acho o Bruno um GRANDE amigo, quero desde já aqui lhe agradecer porque sei e li palavras escritas por ele a dizer que me considera a melhor amiga dele, claro que fiquei muito contente e ele sabe que também o considero um GRANDE, GRANDE, GRANDE amigo, pois ele houve-me (não pessoalmente, por que poucas vezes isso acontece [sorrisos]) nas longas mensagens de telemóvel que lhe escrevo e ele a mim, porque concordamos com metade (sorrisos) das coisas que um diz ao outro, porque gostamos das mesmas coisas (nem todas, ele adoro os morangos com açúcar, eu também já gostei muito, mas para aí a dois anos que deixei de gostar, não podemos gostar de tudo igual, lol) …
Se pudéssemos estávamos sempre a ir ver concertos e espectáculos porque gostamos muito os dois… já perdemos alguns, outros ele vai com os pais…
Adoramos os dois, computadores e internet, falamos muito no Messenger, adoramos televisão, passear, falar (muito, principalmente eu que sou uma tagarela), tirar fotografias, sei lá, tantas coisas, não, desculpa Bruno, há uma coisa que eu não gosto nada, vou cometer uma inconfidência, o Bruno adora leite de soja, aí, socorro, eu não gosto nada… estou a brincar, eu sei que ele não se importa de eu dizer e é verdade, eu não gosta de soja…
Já fomos ver o Mickael Carreira, que adoramos, agora a pouco tempo fomos a uma sessão de autógrafos aqui em Gaia da Luciana.
O Bruno é um Rapaz super simpático, divertido, super inteligente, muito sorridente, um pouquinho teimoso, um bom ouvinte, bem nem sei que adjectivos usar para defini-lo, eu sei que tu sabes (Bruno) aquilo que eu acho de ti e por isto e muito mais te agradeço por seres meu amigo. Muito Obrigado.
Sei que este texto não é dos melhores, porque acho que hoje não estava muito inspirada, mas tentei e acho que é o suficiente para tu perceberes que também te considero um grande amigo, embora eu acho que já devias de o saber (sorrisos).
Peço-te desculpa por vezes a minha resmunguice tenha falado mais alto e também pelas vezes que eu sei que me torno muito chatinha, mas tu como amigo que és, não ligas e fazes de conta que nada se passou.
Muito Obrigado.
Continua a ser o rapaz que és, principalmente continua com a alegria natural que tens e continua a corrigir os meus muitos erros ortográficos e a fazer-me rir, a mim e a todos que todos os dias por ti passam e que não te ficam indiferente.
Beijinhos grandes…
Karina Silva

terça-feira, 28 de outubro de 2008

A VISITA DESTA SEMANA

Esta semana que passou nada de mais aconteceu…
Neste sábado passado tive umas das melhores companhias (desde o meio da manhã até ao fim da tarde) que poderia ter neste momento, visto que não o via a muito tempo e também pelo simples facto que é umas das pessoas (uma pessoa pequenina, mas eu também sou pequenina, lol) que eu mais gosto e a mais importante da minha vida.
O meu sobrinho/ afilhado Lucas. Aí, adorei, gosto muito da companhia dele, ele tem 2 aninhos e é um amor, gosta que eu “corra” (de cadeira de rodas eléctrica) atrás dele para o apanhar, e quando o “apanho” ele ri-se, o riso dele é lindo e é a minha melhor fonte de energia, quando o ouço ou simplesmente estou ao pé dele parece que estou “ligada” a um carregador de energia positiva. Como eu já disse num texto anterior aqui postado, ele é o meu SOL.Mais uma vez agradeço a Deus e a minha Irmã e também ao meu Cunhadinho por este grande presente e o melhor que me poderiam ter dado, que é ser a madrinha do Lucas…
OBRIGADO
É lindo não é?
Curiosidade: Sabiam que ele faz poses para a madrinha fazer de fotografa… (sorrisos).
Quero só deixar uma pequena informação, que no próximo texto que postarei aqui será sobre um grande amigo, só que para fazer esse texto terei que me concentrar pois quero tentar fazer um texto em que esse meu amigo possa “chorar baba e ranho”… (sorrisos), estou a brincar, está citação “chorar baba e ranho” é do Bruno, Bruno será o contemplado dos próximos dias...

quinta-feira, 23 de outubro de 2008

LUCIANA ABREU EM GAIA - EU FUI


Luciana Abreu em Vila Nova de Gaia, adorei...


O meu Primo Rafa (Rafael) foi comigo e olhem só para o sorriso...
O Bruno também lá esteve, mas a foto dele, tem ele que colocar no Blog dele, né? (risos).



Foi fantástico.

terça-feira, 14 de outubro de 2008

MOMENTOS DA MINHA VIDA

Tenho momentos na minha vida tão variados, tanto bons como maus.
Adoro falar, alias, sou muito faladora (tagarela, como se costuma dizer).
Gostava de partilhar com o “mundo” alguns dos meus momentos que mais me marcaram na vida.
Posso?
Eu sei que posso ;-)
Como já disse num outro texto que escrevi aqui no blog, passei por momentos bastante difíceis e talvez injustos devido a minha doença, doença que me acompanha desde que nasci e que me vai acompanhar até ao fim. Internamentos atrás de internamentos, mando desde já um grande beijinho para o Hospital Maria Pia, local onde passei, não sei… talvez 80% da minha infância, mando este beijinho porque trataram-me sempre muito bem, eu era uma filha da casa, a menina de Cristal…
Já a bastantes anos que lá não vou, graças a Deus, até porque se precisasse neste momento devido a idade já não poderia ser lá tratada.
Os momentos bons? Durante a minha infância não foi tudo mau, sempre fui tratada muito bem pela minha família, as vezes até penso que bem de mais.
As minhas brincadeiras de infância, algumas que nunca se esquece claro… as amigas de infância que também não se esquece, como todos sabemos as crianças por vezes são muito cruéis e a mim não foi excepção, mas tinha algumas amigas que me aturavam, porque sempre fui muito complicada de aturar.
Mas o que passou, passou.
Já na adolescência que eu não queria ou quer dizer, não quero sair (risos), momentos maus também aconteceram, como exemplo posso dar a descriminação e cruel permanência em me mostrarem a diferença (como se eu não conseguisse ver sozinha), posso dizer que o que menos gosto de tudo isto é as afirmações constantes das pessoas para o assunto diferença, a maior parte das pessoas não sabem lidar de igual forma com as pessoas portadores de deficiência, principalmente deficientes físicos (situações visíveis a olho nu).
Mas eu tenho uma grande capacidade de me abstrair dos olhares que não quero e das palavras que não gosto.
Mas quero muito falar dos momentos bons, momentos que não vou esquecer, espero eu.Quero lembrar para sempre o meu querido avó Fernando que já não esta entre nos, mas que foi e sempre vai ser o meu pilar, o meu anjo, a minha estrela, ele guia-me em todos os momentos da minha vida.

PARA SEMPRE COMIGO.

A minha festa de 15 anos foi fantástica, levei duas amigas e um amigo, e toda a minha família, num restaurante fantástico, também fui a mais o menos um ano as 7 Maravilhas do Mundo (7 Wonders of the World) no estádio da Luz (primeira vez que lá entrei) em Lisboa, claro.Adorei ir a gala, tive a oportunidade de ver ao vivo varias “celebridades”, como Jennifer Lopez, Cristiano Ronaldo, José Carreras, Dulce Pontes e muitos, muitos outros…

INESQUECÍVEL.

Também quero falar do intercâmbio que fiz em 2005 a Espanha entre o CRPG e a COGAMI, fizemos muitos amigos, fomos a lugares lindos, adorei principalmente o passeio de barco que fizemos com o grupo todo, foi fantástico.
O nosso grupo (CRPG) era pequeno mas o melhor que poderia haver. Foi muito divertido, muito mesmo, posso dizer sem me desvendar muito que lá passei um momento que acho que não foi perceptível para ninguém, mas que foi um dos momentos mais importantes da minha vida, nunca me esqueci e quando me lembro do intercambio, lembro-me desse acontecimento, não queria esquecer e queria que voltasse a acontecer, mas posso também dizer para quem possa estar a ler, que não foi nada de mais, para mim foi importante e marcante mas nada que seja assim muito espantoso.

THE BEST

Também muito importante para mim foi ser Tia/Madrinha a 20 de Setembro de 2006, agradeço a minha irmã e a Deus por me terem dado a oportunidade de ser a Madrinha do Lucas, é um menino lindo, querido, meigo e me chama de “Inha”, adoro que ele me chame assim.
Gostava que ele me chama-se assim durante muitos anos, é maravilhoso ouvi-lo chamar por mim.
“O “Inha” anda, anda “Inha”… anda com o Lucas…”
Quando penso no futuro, penso sempre, mas sempre nele, penso como quero que ele seja feliz, que a vida seja fantástica para ele.
É pena não o poder ver todos os dias, visto que ele mora longe de mim.Também é um dos motivos pelos quais eu quero muito ter o meu carro, para o poder ir ver mais vezes, visto que a minha mãe não conduz para longe.

Ele é o SOL da minha vida...Acreditem.

E o meu Fofo (cão), eu adoro animais, principalmente cães, sou mesmo doida, sempre quis ter um cão mas o meu pai nunca me deixou ter um, mas a uns anos lá cedeu e foi ele mesmo que me ofereceu o Fofo, nome que eu lhe dei, era para lhe dar outro nome, muito parecido com o que ele tem, que era Fofinho, mas depois decidi alterar para Fofo.Ele é uma grande companhia não só para mim, mas também para a minha mãe, toda a freguesia o conhece e gosta muito dele, porque ele só quer comer, dormir, passear na rua e receber miminhos de todos de casa e dos que também passam na rua…

Eles são realmente os melhores amigos, quando estão acordados… (risos)

Também quero aproveitar para deixar aqui um beijo muito grande para uma amiga que já não vejo a muito tempo, amiga com quem eu me diverti muito, com ela ri, sorri, passeei, aventurei-me, desabafei e falei (muito)… Com ela fui para Lisboa, pode-se dizer que era a primeira vez na minha vida, sozinhas as 5 da manhã a acordar a meio da semana para irmos a Cascais (ela foi-me acompanhar, sem me dizer que não, faltando ao estagio dela), tudo por mim.
OBRIGADO Patrícia.
Espero que estejas bem, e que um dia nos voltemos a ver, pois para mim és uma irmã.

Mais uma vez OBRIGADO POR TUDO.
Karina Silva

sexta-feira, 10 de outubro de 2008

NO MOMENTO


Vou estudar novamente, depois de ter feito o 9º ano na Escola Arquitecto Oliveira Ferreira, fui fazer um curso de Práticas Administrativas nível II no Centro de Reabilitação Profissional de Gaia (CRPG) e no âmbito desse mesmo curso fiz um estágio que adorei no Centro de Saúde de Arcozelo e Boa Nova – Unidade de Arcozelo, claro que na vida nem tudo é rosas mas posso dizer que adorei lá “trabalhar”, adorei esta experiencia que me deu muita experiencia (face a redundância) profissional, fiz lá conhecidos e principalmente amigos, posso dizer que agradeço muito, a Dr.ª Lina Rosa, que me recebeu de braços abertos e me tratou bastante bem, pois foi a “comandante” daquele “navio” durante muitos anos. Já lá não está, pois reformou-se, mas sei que ainda tinha muito para dar naquela casa.
Terminei o estágio no fim de Setembro de 2007 e passado algum tempo iniciei novamente estágio num outro local que não resultou e que me fez desistir cerca de dois meses depois de ter iniciado.
Se calhar por culpa minha, não sei, foi uma decisão muito pensada e que custou a tomar, mas acabei por me decidir.
O meu processo foi fechado e com um curso tirado sem equivalência ao 12º ano (foi a minha desilusão), tive que me inscrever no CNO (Centro Novas Oportunidades) de escola Sophia de Mello Breyner.
O ditado já é antigo, o bom filho a casa torna e eu tornei a escola que frequentei já a alguns anos…
Posso dizer que até agora, estou a gostar da equipa.
P.S.: Posso dizer que do CRPG trouxe também boas lembranças, como algumas técnicas e colegas para quem eu mando um beijo com muito carinho.
Karina Silva

APRESENTO-ME

Chamo-me Karina Silva, tenho 19 anos, quase nos 20... hi hi hi.
Para quem não me conhece, posso dizer que sou portadora de uma deficiência motora denominada Osteógenese Imperfecta, deficiência que me acompanha desde os 8 meses de idade (altura em que me foi diagnosticada), sou alegre e tento sempre levar a vida com o maior sorriso, porque a vida é para ser vivida ao máximo e da melhor forma possível.
Quero também partilhar com o "MUNDO" que já tenho carta de condução a um Mês, digo isto porque era um dos meus maiores sonhos da minha vida, parecia mentira, mas que posso afirmar que é verdade, verdade verdadinha.
Estou a espera do carro adaptado.